quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Mortalidade nos jovens brasileiros

Dividindo a população em dois grandes grupos: os jovens – 15 a 24 anos – e os não jovens – 0 a 14 e 25 e mais anos, na população não jovem, só 9,9% do total de óbitos são atribuíveis a causas externas. Já entre os jovens, as causas externas são responsáveis por 73,6% das mortes. Se na população não jovem só 1,8% dos óbitos são causados por homicídios, entre os jovens, os homicídios são responsáveis por 39,7% das mortes. Mas essas são as médias nacionais. Em alguns estados, como Alagoas, Bahia, Pernambuco, Espírito Santo e Distrito Federal, mais da metade das mortes de jovens foi provocada por homicídio. Além dessas mortes, acidentes de transporte são responsáveis por mais 19,3% dos óbitos juvenis, e suicídios adicionam ainda 3,9%. Em conjunto, essas três causas são responsáveis por quase 2/3 (62,8%) das mortes dos jovens brasileiros.

Um comentário:

  1. Dados alarmantes. Pais que tem filhos nessa fase do desenvolvimento humano, ficam extremamente preocupados quando tomam ciência dessas informações. A falta de planejamento e de investimentos na segurança publica, alimentam esta triste realidade.

    ResponderExcluir